Entenda como a tecnologia pode proteger os dados da sua empresa e ainda aumentar a lucratividade
Finances Web

Entenda como a tecnologia pode proteger os dados da sua empresa e ainda aumentar a lucratividade

A tecnologia no dia a dia mudou muito as relações sociais e empresariais. Desde a forma de ser produzido até a chegada ao cliente, a tecnologia ganhou grandes transformações, por isso está ganhando muita credibilidade e confiança de empreendedores que almejam disparar a lucratividade de seu negócio.

Para isso, não basta somente investir em avanços tecnológicos. É preciso saber proteger a sua empresa de ataques cibernéticos, por exemplo. Aliás, já pensou em como proteger os seus dados para que a sua organização cresça com segurança? Saiba como proteger os dados da sua empresa através do desenvolvimento da LGPD, sem perder a lucratividade.

🔵 LGPD: O que é, como funciona e para que serve?

Tudo o que fazemos no nosso dia-a-dia está ligado à internet, certo? No trabalho não é diferente, e o cuidado é redobrado quando se trata de dados. Como muitos acessam as redes o tempo todo e com muita facilidade, a internet tem se tornado uma “terra sem lei”. Agora, não mais.

Sendo assim, foi aprovada no Brasil, em 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Ela regula todo o tratamento de dados pessoais de brasileiros, dentro e fora do país. Sendo assim, protege o consumidor do uso indevido de seus dados, em qualquer tipo de serviço e/ou consumo e direciona órgãos públicos e empresas no tratamento dos dados de cada cidadão.

A LGPD serve não só para proteger os consumidores brasileiros, como para dar diretrizes às empresas de como proporcionar isso. Não é um passo a passo de como tratar os dados do seu cliente, mas um conjunto de normas do que sua empresa precisa fazer para tratar o seu banco de dados com mais segurança e respeito. Aliás, todos nós somos consumidores e temos o direito de escolher quando e como os nossos dados podem ser utilizados, concorda?

Dessa forma, é importante que você saiba como funciona a implantação da LGPD nos negócios para que não caia no erro ao tratar os dados dos seus clientes. 

A empresa terá que realizar o processo de implantação da lei em todas as áreas da organização. Um colaborador, que esteja familiarizado com as questões de banco de dados pode coordenar isso ou a organização pode contratar um consultor especializado. Na implantação da lei, a empresa passará por várias etapas até estar adequada às novas normas.

Por isso, vale pesquisar, conversar com quem entende do assunto e buscar mais detalhes do que essa lei exige, pois, ela já está vigente desde agosto de 2021. Se a sua empresa ainda não se adequou à LGPD, corra e cuide dos dados dos seus clientes e colaboradores. A tecnologia é uma ótima aliada na gestão do tratamento destes dados e você verá mais detalhes sobre isso ainda neste artigo.

Vamos começar com a importância da tecnologia nesse processo.

🔵 Qual a relevância de utilizar a tecnologia para proteger os dados do seu negócio?

Antes de existir o armazenamento de dados no âmbito virtual, as empresas já enfrentavam a perda de arquivos físicos, por desvio, acidente ou até mesmo estragos naturais. A tecnologia mudou esse panorama. As perdas ainda existem, mas de forma online. Por esse motivo muitas organizações buscam soluções inteligentes para proteger seus dados.

Se a sua empresa não pensa nisso, o risco de perder arquivos pode ser maior se não optar pelo armazenamento em nuvem. Existem clientes que preferem guardar os dados em servidores desktops do que em sistema web com armazenagem em nuvem, pelo simples fato de ainda não se sentirem seguros para deixar os seus dados na web.

A questão é que armazenamento de dados em nuvens é um caminho de evolução, mais moderno e, sim, muito seguro. São sistemas inteligentes, então ao enviar arquivos para a nuvem, os mesmos são mantidos com segurança em poucos segundos.

No momento em que os arquivos são enviados, automaticamente, são distribuídos para servidores diferentes. Dessa maneira, caso ocorra algum erro com um servidor, os outros estão prontos para fazer a correção e proteger aqueles dados. 

Com isso, é possível organizar melhor o seu negócio, oferecer mais qualidade e proteção para o cliente, e consequentemente, aumentar o nível de satisfação de ambos. Aliás, é um processo que facilita o trabalho dos colaboradores e deixa os clientes satisfeitos, com possibilidade de retornarem e recomendarem o seu negócio aumentando a lucratividade da empresa.

Agora com mais confiança na proteção dos dados da sua empresa, como está a sua lucratividade? Veremos no próximo tópico.

🔵 Como anda a lucratividade da sua empresa?

O valor total de vendas da sua empresa num determinado período é chamado de faturamento. Tudo o que a organização vende e gera um dinheiro até o final do ano, por exemplo, significa que a empresa faturou. Por outro lado, se pegarmos o faturamento e diminuirmos esse valor com os custos, o que sobra dessa subtração é chamado de lucro.

Agora, lucratividade é um valor percentual que demonstra se as vendas são suficientes para pagar os débitos da empresa e, ainda assim, gerar lucro. É possível medir esse número aplicando uma fórmula simples, basta dividir:

Lucro líquido X 100
____________________
Receita total 

Depois, multiplicar esse resultado por cem. Pronto, o resultado dessa conta é o percentual correspondente à lucratividade da empresa.

Somente esses cálculos não são suficientes para entender se a situação financeira da sua empresa está boa. Portanto, como identificar se o financeiro está indo bem? Veja a seguir os sinais positivos e negativos para você não cair em ciladas.

✅ Sinais positivos

  • Entra mais dinheiro do que sai (ou seja, gasta menos do que ganha, sobrando verba)

Parece óbvio, mas é o objetivo, e o sonho, de qualquer empresa que almeja o sucesso. Se as contas da organização são pagas regularmente, sua equipe financeira está fazendo corretamente. Continue assim.

  • Tem uma reserva de emergência

O recomendável é equivalente a seis meses de renda disponíveis para cobrir custos inesperados. Aliás, nunca se sabe o amanhã, certo? Então, previna-se!

  • Endividamento planejado e controlado

O bom e velho planejamento é fundamental até mesmo para saber as possibilidades de riscos que a organização pode encarar. Endividar-se pode acontecer. Bom mesmo é estar preparado para este momento e arregaçar as mangas.

Sinais negativos

  • Você gasta mais do que ganha

Aqui é o movimento inverso citado nos sinais positivos, e o pesadelo, de qualquer empresa que percebe quando algo está errado. Sendo assim, está na hora de recalcular os gastos e controlar as despesas para chegar no final do mês mais tranquilo. Não desista!

  • Utiliza o cheque especial com muita frequência

Esse tipo de atitude anda de mãos dadas com o item anterior. Usar o cheque especial todo mês faz a empresa gastar o que não tem. Por isso planeje-se e gaste somente o que ganha. Deixe o cheque especial e outras alternativas de empréstimo de lado.

  • Atrasa pagamento de contas direto

Atrasar o pagamento das contas é mais um sinal de que o financeiro da organização não vai bem. Sendo assim, controle gastos e ganhos, tente entender junto à sua equipe, o motivo do atraso e reverta a situação.

Esse é o grande desafio de todo negócio: vender mais, pagar menos e lucrar muito. Porém, não podemos esquecer do planejamento diário, do monitoramento constante e da coragem de mudar. E mudar para a melhor, neste caso, é investir em tecnologia para proteção de dados visando a lucratividade.

🔵 Tecnologia que protege e ajuda a melhorar a lucratividade? Só na FhOnline!

Falamos neste artigo sobre proteção de dados e lucratividade. Você deve estar se perguntando a relação entre eles, mas é algo muito simples. Ambos necessitam ser bem administrados para não cair em mãos erradas ou não concluir aquela venda que a sua empresa tanto precisa.

Para isso, temos a tecnologia a nosso favor!

Com a Finances Web, você tem um Sistema ERP com gestão integrada e otimizada para armazenar os dados da sua empresa com mais segurança. Além disso, você pode ter uma inteligência comercial que ajuda a sua equipe de vendas a cruzar informações de vendas anteriores e a descobrir o momento certo para abordar o cliente aumentando a lucratividade.

Ah, sabe os cálculos que citamos neste artigo? É possível realizá-los manualmente, claro. Mas fica muito mais fácil com uma tecnologia que faz tudo de forma intuitiva e automática.

Vem com a Finance Web! 🚀

Solicite uma Demonstração Gratuita 👇👇👇